quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Do lado da Guest House tem um centro tibetano onde aceitam voluntarios. Um tipo facil de voluntariado. Falar ingles com refugiados tibetanos. Pois fui la e sentei com uma monja que me contou um pouco de sua historia. Muita coisa nao consegui entender por causa do forte sotaque. Mas o pouco que entendi foi o suficiente.

Estamos sempre falando do Holocausto. Para nao esquecermos. Para nao cometermos o mesmo erro. Pois digo que coisas parecidas estao acontecendo e nos tempos atuais e uma vergonha que nao se faca nada.

Esta mulher foi criada numa fazenda. So teve acesso a escola aos 24 anos. Aos 19 resolveu ser monja. Agora tem 37 e e uma refugiada politica. A tiraram de seu monasterio, junto com todas as outras monjas e a jogaram numa prisao chinesa por 3 anos. Durante esses 3 anos foi torturada (suspensa pelos punhos, eletrocutada e sabe-se la mais o que) e forcada a trabalhar. Tinha um pedaco de terra onde plantava. Tudo o que colhiam era escrupulosamente pesado e se nao chegasse ao peso esperado era severamente punida.

Depois de 3 anos finalmente a liberaram, com uma carta para apresentar-se de tanto em tanto tempo em Lhasa. Perdeu a todos seus amigos, presos, espalhados pela China e pelo Tibet, sem acesso a telefone, internet, sem conseguir saber onde estao. A mandaram de volta ao povoado onde nasceu. Ai pelo menos tinha uma amiga que morava no povoado vizinho, tambem monja saida da prisao. Para encontrar-se levavam as ovelhas a montanha que ficava no meio dos dois povoados e se encontravam no topo.

POis foi nesse cume que decidiram que nao queriam mais ficar ali. Cada uma apresentou-se em Lhasa em dias diferentes, segundo o indicado nas cartas dadas pela guarda chinesa. Ali juntaram-se a outras 17 pessoas e juntas escaparam.

Levaram 28 dias caminhando pelas montanhas, cada um com apenas uma bolsa, com um par extra de sapatos e um cobertor. 26 dias ate escutar um onibus. 28 dias para encontrar ajuda. Durante esses 26 dias so caminharam, ja nao consegue contar quantas montanhas subiram e desceram.

Para passar na super controlada fronteira com o Nepal tiveram que caminhar pela noite. Sem luz, sem barulho, sem ver a pessoa da frente, as vezes conseguindo escutar o ruido de um passo.

Ja no Nepal encontraram pequenos e pobres povoados onde conseguiram trocar os casacos por pouca comida. Ali erao tao pobres que nao podiam trocar mais e eles tinham fome e sede e sono, qualquer coisa servia. Tambem no Nepal foram roubados, separados do pouco que tinham. Levaram os sapatos, os cobertores, ate as poucas moedas costuradas no interior da roupa.

Depois de 28 dias escutaram ruidos de onibus. Depois de 28 dias encontraram mais refugiados tibetanos. Refugiados chegados a mais tempo. Lhes deram comida e abrigo. E o mais importante, uma passagem para Delhi. E de Delhi para Dharamshala. Onde encontraram finalmente seguranca. Queria poder dizer que encontraram tambem paz, mas nao posso ao ver as lagrimas que a monja contem ao contar a historia. Quanto ficaram para tras? Quantos nao sobreviveram a prisao chinesa? E as lembrancas? E os pesadelos?

E nos seguimos falando do Holocausto...

Toda essa historia me fez pensar muito. Parece muito dificil mudar o mundo. Nao valorizamos o planeta, nao valorizamos os seres humanos. Mudar o mundo e impossivel se nao comecamos por nos mesmos. A acao de uma pessoa pode mudar/influenciar aqueles que estao a sua volta.

Comece por si mesmo. Pouco a pouco. Recicle o papel dos seus cadernos. Separe um fim de semana para isso. Tenha energia renovavel na sua casa. Se possivel plante sua comida. Ame a natureza. Medite. Sorria. Sorria para si mesmo. Sorria para os outros. De muitos abracos. De muito amor. Ajude a quem necessita, mesmo que voce nao tenha muito. Tire um dia para estar em silencio. Mude e estara mudando o mundo.

Faca que a sua casa seja um pequeno paraiso. Que outras pessoas possam te buscar para receber alivio. Nao precisa ser um iluminado para fazer o bem. Nao espere a sabedoria da idade antes de modificar sua vida. Mude pequenos gestos e atitudes.

Veja somente filmes bonitos, filmes que a alma agradeca. Sente em frente a uma mesma janela por horas ate apreciar a beleza que esta do outro lado. Se olhe no espelho ate encontrar a beleza que esta em voce.

Brinque com uma crianca. Ajude a um idoso. Ofereca o ombro a um amigo. Plante algum vegetal. Coma o vegetal que plantou. Plante uma flor. Aprecie a flor quando crescer e tambem quando murchar. Viaje. Enfrente seus medos. Nao tenha medo.

Ande descalco. Deite embaixo de uma arvore. Feche os olhos e voe. Aprenda a cozinhar. Para os outros. Busque ter um pedaco de terra. Nao dependa da tecnologia. Aprecie a tecnologia. Desligue as luzes. Passe uma noite a luz de velas. Passe duas noites a luz de velas. Acenda as luzes so quando necessario. Tenha luz solar. Nao tenha televisao. Tenha um computador.

Viva simples e felizmente. Nao queira comprar tudo o que ve. Compre so o basico. Tenha so o necessario. Nao queira depender da caridade dos outros. Aceite a bondade alheia. Ofereca caridade. Chore. Chore de felicidade. Chore de emocao. Chore de tristeza. Deixe a tristeza passar. Esqueca magoas e rancores. Lembre de momentos bonitos. Comparta momentos bonitos.

Diga "eu te amo". Todos os dias. Na frente do espelho. Aos amigos. A familia. Aos inimigos (se nao quiser, pense, um dia sera verdade). Escute boa musica. Evite o rock pesado. Influencia nossos pensamentos. Faca um retiro. Na sua casa. Em um ashram. Na floresta. Olhe as estrelas. Veja o nascer do sol. Pelo menos uma vez ao mes. Tome banho de chuva. Segure um bebe. Faca-o rir. Faca-o dormir.

Aprenda a ficar em silencio. Aprenda a ter so pensamentos positivos. Ame. A todos. Cuide do mundo. Veja novos horizontes. Faca coisas inesperadas. Surpreenda-se. Admire-se. Aprenda a ficar sozinho. Aprecia a companhia dos outro. Aprenda com seus proprios erros. Aprenda com o erro dos outros. Viva. Cada minuto. Cada segundo. Viva agora. aprenda tudo que puder. Nao aprenda nada que nao for usar. Nao fique rodando assuntos na cabeca. Passou. Esqueca. Use sua imaginacao. Seja criativo. Seja verdadeiro. Seja voce mesmo. Seja feliz. Deixe de inventar justificativas para nao se-lo. Nao deseje nada, mas aceite tudo que a vida te der.

5 comentários:

Anônimo disse...

Incrível a história da tibetaa. Seria importante esclarecer QUANDO isso aconteceu. Para que se saiba se é coisa do passado... ou SE CONTINUA ACONTECENDO.

E que bonita e INSPIRADORA a PROPOSTA PARA UMA VIDA FELIZ... !!!

André

Anônimo disse...

Hola me gusto mucho la historia muy linda y me imagino que te lleno muchísimo. Se te añora mucho y espero que este disfrutando día a día de " tu " experiencia.

Daniela disse...

Esta es mi niña! Me alegro em saber que estás bem, aprendendo e disfrutando.
Besote!
Dani

fios da terra disse...

putz, o mundo fica moderno mas as histórias de violencia e poder náo melhoram....

Guido Michaelis disse...

Putz, que história! É um absurdo que coisas assim aconteçam = /

E qual foi do preconceito com o rock? ahuehuahuehuahueuahe